Portal do Cooperativismo Financeiro A história de Desjardins, a mais antiga cooperativa de crédito das Américas - Portal do Cooperativismo Financeiro

A história de Desjardins, a mais antiga cooperativa de crédito das Américas

Alphonse Desjardins

No dia 06 de dezembro de 1900, em uma pequena comunidade de Bégin Street em Lévis, Quebéc, Alphonse Desjardins, sua esposa, Dorimène e cem de seus companheiros decidiram por unanimidade aprovar a constituição e regulamentos da Caisse Populaire de Lévis.

Os objetivos desta cooperativa de crédito, a primeira da América, eram fornecer aos seus membros o acesso aos serviços de poupança e crédito, assim, equipá-los com uma ferramenta para o desenvolvimento local. Daquele momento em diante os depositantes seriam conhecidos como membros/associados e não-simplesmente como clientes, que, segundo o princípio “uma pessoa, um voto”, poderia dizer como sua instituição financeiras estava indo.

Este foi o nascimento do Grupo Desjardins, que agora possui 5,8 milhão membros e clientes. Com o compromisso de seus 6.000 delegados e as habilidades e talentos de seus 42.200 empregados, Desjardins Group é atualmente a maior instituição financeira no Québec, a cooperativa líder no Canadá e a sexta no mundo, com ativos de mais de 175 bilhões de dólares.

“Estamos comemorando o aniversário de 110 de um verdadeiro visionário, gesto que, graças ao empenho de milhares de colaboradores, realmente mudou a forma como o mercado financeiro norte-americano opera “, afirma Monique F. Leroux, presidente do conselho, presidente e CEO da Grupo Desjardins. “Na verdade, New York em sua publicação “Global Finance” classificou o Grupo Desjardins a 4ª instituição bancária mais segura na América do Norte, à frente de todos os bancos americanos. Alguns dias atrás, a revista britânica The Banker reconheceu o seu desempenho financeira da cooperativa Desjardins com o cobiçado título de Banco do Ano 2010 – Canadá.”

 

O caminho de um visionário

 

Alphonse Desjardins foi um taquígrafo na “Câmara dos Comuns” (promotoria pública), a partir de 1892. Em abril 6, de 1897, ele ouviu revelações perturbadoras de um promotor, que apresentou à Câmara dos Comuns o caso de um mutuário que tinha sido condenado por um tribunal a pagar taxas de juros de US$ 5.000 em um empréstimo inicial de US$ 150.

Depois de ouvir sobre esse caso, Alphonse Desjardins iniciou uma busca exaustiva de uma forma de combater a prática de agiotagem. Através de sua descoberta de “Bancos do Povo”, em uma publicação pelo escritor britânico Henry W. Wolff, Desjardins entrou em contato com especialistas em cooperativas de crédito, na Inglaterra, França, Itália e outros países europeus.

Depois de numerosas anos de estudo e de correspondência, Alphonse Desjardins criou um modelo de crédito cooperativo “made-in-Canadá”, com a experiência dos bancos populares italianos e alemães, caixas rurais alemã, francês e belga e savings banck americanos.

Fonte: http://www.desjardins.com

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.




*

WordPress spam blocked by CleanTalk.