Portal do Cooperativismo Financeiro Goiás: Sicoob Crediffis e Sicoob Servcred aprovam fusão - Portal do Cooperativismo Financeiro

Goiás: Sicoob Crediffis e Sicoob Servcred aprovam fusão

Sicoob Crediffis e Sicoob Servcred aprovam fusãoOs cooperados da Cooperativa de Crédito dos Servidores Públicos do Estado de Goiás na Região Metropolitana de Goiânia (Sicoob Servcred) aprovaram, em assembleia geral, sua fusão com a Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Servidores da Secretaria da Fazenda no Estado de Goiás (Sicoob Crediffis), que já havia aprovado a união em assembleia realizadano dia 16/10.

De acordo com Valdi Marques de Sousa, presidente do Sicoob Servcred, a fusão das duas cooperativas de servidores públicos de Goiás atendem a uma necessidade e à orientação tanto do Banco Central quanto do Sicoob Goiás Central, que vem trabalhando para o fortalecimento das cooperativas de crédito no estado. “É melhor para todos, juntamos esforços, reduzimos custos e conseguimos mais alavancagem para atender melhor aos nossos associados”, disse Marques de Sousa.

Segundo ele, juntas as cooperativas terão um patrimônio referencial de cerca de R$ 3 milhões. De acordo com o último Censo do Cooperativismo Goiano, de junho deste ano, o Sicoob Crediffis fechou 2009 com patrimônio líquido de R$ 2,7 milhões e tinha R$ 4,3 milhões em aplicações financeiras, número que o presidente Márcio Soares diz estar próximo de R$ 6 milhões hoje. A cooperativa dos fiscais de Goiás soma atualmente 679 cooperados e possui um Posto de Atendimento ao Cooperado (PAC) em sua sede. Já o Sicoob Servcred administrava em 2009 R$ 2,1 milhões em aplicações financeiras e tinha 389 cooperados (hoje em cerca de 500), uma agência em sua sede e dois caixas avançados em órgãos públicos do Estado (Ipasgo e Juceg). As duas cooperativas já operam seus sistemas de compensação bancária com o Bancoob.

O presidente do Sicoob Servcred, Valdi Marques, disse que agora as duas diretorias começarão a trabalhar em detalhes operacionais para levar a uma nova assembleia conjunta, onde serão decididas questões como composição administrativa e razão social da nova sociedade. Os dois presidentes já falam em abrir negociações para a incorporação da outra cooperativa de crédito de servidores públicos de Goiás, o Sicoob Credicelg, dos servidores da empresa de energia do Estado.

Fonte: OCB-GO

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.




*

WordPress spam blocked by CleanTalk.