Cooperativismo é apartidário, diz presidente da OCB

Nesta sexta-feira (8/4), o presidente da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), Márcio Lopes de Freitas, disse aos cooperativistas mato-grossenses sobre a importância da participação do segmento na vida política do País. “Devemos fazer parte do movimento político, sem sermos partidários. Somos cooperativistas”, ressaltou Freitas, enfatizando as conquistas da Frente Parlamentar do Cooperativismo (Frencoop).

O pronunciamento ocorreu após realização da Assembleia Geral Ordinária (AGO) da Organização das Cooperativas do Estado do Mato Grosso do Sul (OCB/MS), em Campo Grande (MS). “Mato Grosso do Sul é o único estado a ter 100% de sua bancada federal na Frencoop. Isso mostra o trabalho eficiente que a OCB/MS vem realizando pelo cooperativismo estadual”, acrescentou Freitas.

Na oportunidade, o presidente da OCB também lembrou a busca do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop) por um alinhamento nacional e sistêmico a partir do seu planejamento estratégico. “O Sescoop está crescendo a cada dia e precisamos estar estruturados para atender às cooperativas”, afirmou.

Segundo Freitas, os projetos de monitoramento são muito importantes, uma vez que fortalecem o processo de autogestão das cooperativas. “Um estado como Mato Grosso do Sul, onde o cooperativismo movimenta 10% do PIB estadual, é um grande representante nacional e exemplo para os demais”.

Fonte: OCB

1 Comentário em Cooperativismo é apartidário, diz presidente da OCB

  1. Prezados,

    Só gostaria de contribuir para mudar o título da matéria.
    No meu entendimento, e acho que foi o que o Presidente da OCB Márcio Freitas quis dizer, que o sistema cooperativista não é “apartidário” e sim pluripartidário, uma vez que conversa e interage com todas as facções partidárias deste país.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.




*

WordPress spam blocked by CleanTalk.