Portal do Cooperativismo Financeiro Dia Internacional do Cooperativismo celebra a construção de um mundo melhor - Portal do Cooperativismo Financeiro

Dia Internacional do Cooperativismo celebra a construção de um mundo melhor

A ONU também proclamou 2012 como o Ano Internacional das Cooperativas, reconhecendo o modelo cooperativo como um meio alternativo de fazer negócios e promover o desenvolvimento socioeconômico

Cooperativas no mundo inteiro unem-se, no dia 7 de julho, para comemorar o Dia Internacional do Cooperativismo. Mais de 1 bilhão de pessoas em cerca de 100 países aderem ao sistema cooperativo, fundado em princípios como o da participação democrática, solidariedade, independência e autonomia, visando a prosperidade conjunta.

Atualmente, o setor cooperativo responde pela geração de mais de 100 milhões de empregos e está presente nos cinco continentes. Na prática, as cooperativas, em cada região onde estão inseridas, são motores de inclusão social, geração de renda, promoção de desenvolvimento regional, gerando fomento econômico.

Monumento ao Cooperativismo em Nova Petrópolis
Monumento ao Cooperativismo em Nova Petrópolis

No Brasil, o cooperativismo tem crescido a cada ano: em 2011, nos 13 ramos em que atua, o setor atingiu mais de 10 milhões de associados, registrando um crescimento de 11% em relação ao ano anterior, de acordo com dados da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB). O aumento se dá também na geração de empregos: 296 mil pessoas estavam empregadas em cooperativas em 2011, em torno de 9% a mais que em 2010, trabalhando em 6.586 cooperativas.

Em 2011, no ramo crédito, do qual o Sicredi faz parte, a OCB registrou um crescimento de 16% no número de associados, em relação a 2010, totalizando 5,8 milhões em 1.273 cooperativas de crédito. Nesse universo, o Sistema Sicredi ultrapassou, em 2011, a marca dos 2 milhões de associados, chegando, em maio de 2012, a 2,1 milhões de cooperados em 113 cooperativas nos dez estados onde o atua com 1.182 postos de atendimento.

O COOPERATIVISMO NO DIA-A-DIA

Um exemplo dessa capacidade de transformação está na área de atuação da Sicredi Pioneira RS, que compreende 21 municípios na região do Vale dos Sinos, Região das Hortênsias e Vale do Caí. O programa “A união faz a vida”, principal ação de educação e responsabilidade social da cooperativa, fomenta o projeto das cooperativas escolares na região. Esta ação visa transformar o futuro do cooperativismo, ajudando a educar jovens e promover neles o espírito de solidariedade e liderança. A iniciativa é um verdadeiro ato cooperativo, pois une a comunidade escolar, os pais e as empresas numa só causa: a de formar cidadãos comprometidos com a sociedade no presente e no futuro.

Inspiradas nas experiências de Sunchales, capital do cooperativismo da Argentina e cidade-irmã de Nova Petrópolis, as cooperativas escolares possuem na educação cooperativista, no trabalho e na cooperação um projeto pedagógico que tem por finalidade o respeito mútuo, a solidariedade, promoção da justiça social, autonomia e a realização de objetivos comuns. As cooperativas escolares são um laboratório de aprendizagem do cooperativismo onde as crianças são as protagonistas: elas que administram e conduzem todo o projeto, desde a elaboração do estatuto, formação da chapa para diretoria e conselho fiscal, até a escolha do produto que vão produzir e comercializar. As atividades promovem a liberdade, o saber e o fazer, tudo ligado a um viés principal: o da cooperação.

Casos de essência cooperativa como esse, levaram a Organização das Nações Unidas (ONU) a reconhecer a contribuição do cooperativismo na construção de um mundo melhor, e proclamar 2012 como o Ano Internacional das Cooperativas. Um amplo leque de atividades está sendo promovido por cooperativas em diversos países, ressaltando o papel dos empreendimentos cooperativos em uma economia mais inclusiva e igualitária.

Fonte: Sicredi Pioneira RS

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.




*

WordPress spam blocked by CleanTalk.