Portal do Cooperativismo Financeiro CECRED recebe Grupo de Estudo de Boas Práticas em Cooperativismo de Crédito para intercâmbio financeiro - Portal do Cooperativismo Financeiro

CECRED recebe Grupo de Estudo de Boas Práticas em Cooperativismo de Crédito para intercâmbio financeiro

Intercâmbio financeiro CECRED. Foto Anderson Witthoft (4)A Central CECRED recebeu em sua sede, em Blumenau, uma comitiva formada por representantes do Banco Central, SEBRAE Nacional, Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) e Credicoamo para um intercâmbio sobre microfinanças, na manhã desta quinta-feira (20). Durante o encontro, integrantes da diretoria da CECRED e da Viacredi apresentaram suas ações direcionadas à inclusão financeira e ao microcrédito orientado.

O grupo integra o Projeto de Prospecção de Boas Práticas e Aprendizado Experimental em Cooperativismo de Crédito BACEN/SESCOOP, do qual o diretor executivo da CECRED, Ivo José Bracht, também faz parte. O objetivo é ampliar o conhecimento sobre boas práticas no cooperativismo de crédito nacional e internacional, através do intercâmbio entre cooperativas, e estabelecer propostas de aplicação destas experiências.

Participaram também do encontro representantes do Sicoob Bahia. Os visitantes puderam conhecer os diferenciais competitivos, planejamento estratégico, crescimento, atuação e o resultado social econômico do Sistema CECRED, além da estrutura organizacional adotada pela Central CECRED. O grupo ainda recebeu informações sobre as soluções financeiras oferecidas a micro e pequenas empresas. De acordo com dados levantados até setembro deste ano, mais de 490 milhões já foram emprestados aos cooperados do Sistema CECRED na forma de microcrédito.

Segundo Marcos Pinheiro, gerente-técnico do Departamento de Organização do Sistema Financeiro (DEORF) do Banco Central, em Belo Horizonte (MG), as cooperativas de crédito são muito importantes para o sistema financeiro, não só porque ajudam as riquezas a circular nas comunidades, mas também porque balizam os próprios preços praticados pelos bancos. “Nos países mais desenvolvidos as cooperativas de crédito são muito fortes, com grande penetração e participação elevada no mercado. E ainda são mais resistentes à crise, justamente porque oferecem produtos mais voltados para a necessidade da população. No Brasil, as cooperativas de crédito podem crescer ainda mais e contribuir com o sistema financeiro”, comenta.

Representantes da diretoria da Viacredi também apresentaram a história, os números e os programas da cooperativa, além de cases de sucesso de inclusão financeira e repasse de microcrédito. Para o diretor geral do Sicoob Coopere da Bahia, Ranúsio Santos Cunha, este tipo de encontro é muito importante, pois permite conhecer o histórico positivo de outras cooperativas. “Nós também trabalhamos com micro finanças e temos outras cooperativas do nosso Sistema que estão para iniciar o processo. Por isso viemos conhecer a experiência bem sucedida do Sistema CECRED”, conta.

Fonte: Cecred

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.




*

WordPress spam blocked by CleanTalk.