Portal do Cooperativismo Financeiro Central Sicredi MT/PA/RO: Coragem contra crises – Portal do Cooperativismo Financeiro

Central Sicredi MT/PA/RO: Coragem contra crises

Logo SICREDI gente que coopera cresceSe cautela e prudência seguem sendo importantes conselheiras na análise de adversidades, a coragem, igualmente, não pode ser reservada ao porão em ditos tempos de crise. A história do cooperativismo de crédito ensina que, justamente nos ciclos em que é aceso o alerta vermelho nas finanças macroeconômicas ou regionais, ousadia e perseverança podem ser decisivas para superar obstáculos, unir pessoas e crescer.

O Sicredi se orgulha em se posicionar como tradução do que abordamos neste prefácio. O conjunto de 100 cooperativas de crédito do Sicredi atingiu em 2014 um volume de R$ 1,24 bilhão em sobras (que são o resultado positivo de uma instituição financeira), dos quais R$ 266 milhões são partilhados entre os associados de Mato Grosso. O valor agregado aos quase 3 milhões de associados em nosso Estado poderia ser seguramente encarado como o dobro em sobras. Isto porque quando consideramos as taxas e tarifas diferenciadas praticadas, o benefício direto foi parar, efetivamente, no bolso do associado no ato da movimentação financeira ou dos negócios realizados com a sua respectiva Cooperativa. Afinal, o objetivo no cooperativismo de crédito não é o lucro a qualquer custo, mas sim agregar renda aos associados.

Aos mais céticos, caberia a pergunta: E qual é o milagre ou segredo? O sucesso, para nós, reside num ideal praticado pelo Sicredi em Mato Grosso há 25 anos: unir pessoas e interesses comuns na forma de cooperação, fomentando comunidades, negócios e o desenvolvimento sustentável. Esse ideal se reflete em outros números, igualmente emblemáticos. Encerramos o ano de 2014 com R$ 6,4 bilhões em ativos em Mato Grosso, Pará e Rondônia e R$ 1,2 bilhões em patrimônio líquido. A sociedade mato-grossense movimenta no Sicredi nada menos que 20% de suas economias.

Nossa visão de futuro? Ampliar, em 2015, em 26% as operações de crédito, passando do patamar de R$ 5,4 bilhões registrado em 2014 para R$ 6,8 bilhões ao final deste ano. Sim, já em 2015, o mesmo ano reservado ao chamado PIB zero ou a perspectivas pessimistas oriundas de inúmeros analistas, em que o mercado financeiro tradicional praticamente ficará estagnado, fechando agências e efetuando demissões. Ao contrário, no Sicredi, seguimos acreditando na capacidade de transformação de nossos associados de empreender, inovar, cooperar e crescer. Por isso, nossas projeções internas estão concatenadas com um arrojado plano de expansão, incluindo a inauguração de novos pontos de atendimento, a exemplo deles, unidade que acaba de abrir as portas na Avenida do CPA, no coração financeiro da Capital Cuiabá.

Acima de tudo, nossas intenções junto à comunidade são as de seguir oferecendo soluções de crédito e desenvolvimento, sejam elas a empresários, ao produtor rural, ao agricultor familiar, aos microempreendedores individuais, aos jovens que passam a vivenciar a inclusão financeira. Organizado enquanto uma junção de cooperativas de livre admissão, o Sicredi está aberto a todos os mais variados perfis e valoriza essa pluralidade.

Numa valorosa manifestação de reconhecimento, o governo de Mato Grosso, em evento recentemente realizado em Cuiabá, declarou a intenção em celebrar parcerias com o Sicredi visando o fomento ao desenvolvimento regional. Menções à credibilidade, à coragem e à contribuição efetiva ao crescimento de Mato Grosso pontuaram as falas de representantes do Estado diante de um público formado por empreendedores, dirigentes e colaboradores. Registramos aqui nossos agradecimentos e o comprometimento com Mato Grosso e região.

Por João Carlos Spenthof é presidente da Central Sicredi MT/PA/RO

1 Comentário em Central Sicredi MT/PA/RO: Coragem contra crises

  1. PARABENS PELA DIMENSÃO DO SICREDI MT E REGIÃO. OS NUMERO ALCANÇADOS SÃO ENCORAJADORES PARA CONTINUAR A FOMENTAR O MODELO COOPERATIVO FINANCEIRO.
    O DESAFIO AGORA É A REDUÇÃO DO DEFICIT DE ATENDIMENTO PARA OS EMPREENDEDORES INFORMAIS, MEI E MPE, O QUAL É TAMBEM ELEVADO NA REGIÃO, A EXEMPLO DO BRASIL, QUANDO SE TRATA DE CREDITO ADEQUADO AO EMPREENDIMENTO.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.




*

WordPress spam blocked by CleanTalk.