Portal do Cooperativismo Financeiro Disciplina é palavra-chave para iniciar planejamento financeiro - Portal do Cooperativismo Financeiro

Disciplina é palavra-chave para iniciar planejamento financeiro

Planejamento FinanceiroAlcançar uma rotina de organização das finanças não é trabalhoso, e ferramentas como planilhas e aplicativos podem auxiliar. Estabelecer objetivos e guardar 10% de tudo o que se adquire também são indicações

Para várias pessoas, um novo ano é o momento de repensar atitudes e tomar iniciativas. Muito se escuta que o ano começa somente após o carnaval, e que tal aproveitar que ele já passou para dar início a um planejamento financeiro? De acordo com a diretora geral da Unicred Integração, Claudia Lemos, não é preciso esperar uma data especial, pois não há uma época específica para estrear a atividade. “O momento é sempre hoje, nunca na segunda-feira seguinte”, afirma.

Claudia explica que alcançar uma rotina de organização das finanças não é trabalhoso, mas requer disciplina. Para auxiliar na tarefa, ela indica ferramentas como a planilha para orçamento pessoal disponível no site da Bovespa, e a calculadora do cidadão oferecida no site do Banco Central, que permite realizar comparativos, cálculos financeiros e verificar o custo efetivo total de operações como empréstimos. No processo de planejamento, ela acredita ser importante anotar as despesas diárias, e lista como suporte aplicativos como o Guia Bolso, que permite inserir gastos, os rastreia e compara com os demais usuários com níveis de renda semelhantes. “O principal é a disciplina, e a partir disso se verificam os resultados”, incentiva a diretora. Mesmo que em alguns momentos se fuja ao planejamento, a profissional acredita que não deve haver desânimo.

A quantia que cada pessoa pode comprometer do salário bruto depende muito dos compromissos fixos. Mas, segundo Claudia, o ideal seria direcionar até 70% da renda para a subsistência, como moradia e alimentação, 10% para gastos imediatos e 20% para a poupança. “Primeiro é preciso manter o bem-estar, depois o que nos dá prazer, pois o maior desprazer é não ter tranquilidade com as responsabilidades”, constata.

Dentro do planejamento, outra recomendação é estabelecer objetivos de curto, médio e longo prazo. Objetivos muito grandes podem gerar frustração ao não serem alcançados, mas é possível criar planos mais próximos como uma viagem em família, cursos e outros propósitos, como uma poupança para a aposentadoria.

Para alcançar as metas, Claudia também sugere uma dica adaptada do livro O homem mais rico da Babilônia: a décima parte. “Guarde 10% do salário e de tudo aquilo que receber, e o restante será a sobra líquida para mais despesas tabeladas”, orienta.

Conforme o valor poupado, é possível buscar a orientação sobre as maiores rentabilidades para multiplicar os valores. “A melhor forma de investir depende do volume e do momento econômico, por isso a consultoria com especialistas é importante”, acredita. A Unicred Integração oferece aos cooperados consultorias que auxiliam nas escolhas mais apropriadas para aumentar o potencial de rendimento financeiro, soluções e formatos de investimentos.

Claudia Lemos

Economista formada pela Universidade Católica de Pelotas (UCPel), a diretora geral da Unicred Integração atua na área de finanças, cooperativismo, governança corporativa e suas práticas. Claudia é mestranda em Economia na Unisinos e possui especialização em Gestão de Cooperativas de Crédito pela Unisul, em Mercado de Capitais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e em Gestão Empresarial pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). A profissional ainda possui experiência na área da docência e é conselheira independente pela Fundação Dom Cabral.

Unicred Integração

A instituição financeira cooperativa Unicred Integração foi criada em 2013, a partir da junção de três cooperativas já existentes: Unicred Nordeste – RS, com sede em Caxias do Sul, Unicred Litoral Sul, com sede em Rio Grande, e Unicred Pelotas. A cooperativa possui mais de oito mil cooperados e 10 Unidades de Negócios localizadas em Caxias do Sul, Farroupilha, Garibaldi, Bento Gonçalves, Vacaria, Pelotas (Barroso e Lobo da Costa), Rio Grande, São Lourenço do Sul e Santa Vitória do Palmar. Sua atuação abrange 46 municípios do Rio Grande do Sul.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.




*

WordPress spam blocked by CleanTalk.