Portal do Cooperativismo Financeiro Central Cresol Sicoper realiza 2º Seminário Crescer – Portal do Cooperativismo Financeiro

Central Cresol Sicoper realiza 2º Seminário Crescer

Central Cresol SicoperEvento abordou o papel do crédito e das instituições para o desenvolvimento sustentável.

Buscando cada vez mais integrar o tema sustentabilidade e debater pontos estratégicos para o desenvolvimento do cooperativismo e do crédito rural, a Central Cresol Sicoper realizou, nos dias 28 e 29 de abril, o 2º Seminário Crescer, que tem como tema o papel do crédito e das instituições para a geração do desenvolvimento sustentável. O encontro tem como objetivo analisar as condições de viabilidade da agricultura familiar e de suas organizações frente aos novos desafios. Além disso, trata-se de um momento para aprofundar as condições nas quais a Central Cresol Sicoper está aplicando os recursos para o seu quadro social.

A atividade foi realizada no auditório do Hotel Villa Vergueiro, em Passo Fundo – RS e reuniu mais de 120 participantes, entre eles dirigentes das Cooperativas Singulares vinculadas ao Sistema e representantes de instituições parceiras como Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), FGCoop, Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Banco do Brasil, instituições canadenses Cecosol e DSI, Confesol, Unicafes, Unicopas, Coopasc, Cresol Baser e representantes oficiais de municípios gaúchos e catarinenses.

O primeiro dia do encontro contou com explanações sobre a sustentabilidade da agricultura familiar por meio das políticas públicas, o papel do crédito na geração do desenvolvimento sustentável e as condições de sustentabilidade das organizações voltadas para a agricultura familiar e economia solidária. Conforme o assessor da Superintendência da Área Agropecuária e de Inclusão Social do BNDES, Cláudio Cézar Carvalho de Almeida, momentos como esse são marcantes porque mostram que o cooperativismo cresceu em tamanho e qualidade, e que está se aperfeiçoando cada vez mais como um instrumento fundamental para receber recurso e qualificar o crédito solidário. “Nossa parceria é muito proveitosa porque corresponde e supera as expectativas no uso do crédito para a Agricultura Familiar. Estamos aqui porque o BNDES apoia a Cresol e espera apoiar sempre as iniciativas desenvolvidas pelo setor”, finaliza Almeida.

Ainda no primeiro dia houve apresentação e entrega do livro “O poder da intimidade: uma análise dos significados do dinheiro em circuitos econômicos”, de autoria de Jandir Pauli, o qual fez estudo de doutorado analisando o caso Cresol. Além disso, a Central Cresol Sicoper e a Cresol Baser realizaram o lançamento oficial do redesign da marca do Sistema e formalizaram a assinatura do termo de cessão de uso da mesma, o que marca o início de uma nova era. Através da modernização da marca, reflete-se a qualificação e inovação nos produtos e serviços disponibilizados aos cooperados e a evolução do sistema, sempre buscando fortalecer o cooperativismo e possibilitar oportunidades de crescimento aos associados.

De acordo com o Diretor Comercial da Central Cresol Sicoper, Claudio Risson, o evento representa um momento especial de reflexão e análise das ações que realizamos e também prospectando o futuro. “As contribuições dos parceiros externos e também dos nossos dirigentes é fundamental para interagirmos e agirmos de forma sistêmica com as instituições financeiras que aqui se apresentaram e com os instrumentos de solidez e garantia do cooperativismo. Tudo isso visando, cada vez mais, melhorar nossas práticas e avançar neste segmento”, aponta Risson.

2º dia

O 2º Seminário Crescer encerrou nesta manhã (29 de abril), quando as atenções se voltaram para o planejamento estratégico, a Assembleia Geral 2016 e o sorteio final da primeira edição da Campanha Sonho de Prêmios Cresol, além de apresentações da Mapfre Seguros, do Deputado Estadual Adão Villaverde (PT/RS) e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), representado pelo Assessor da Diretoria, Ronaldo Zulke. Um dos principais pontos abordados por Zulke foi sobre o processo de credenciamento da Central Cresol Sicoper como agente financeiro do BNDES.

Na ocasião, foi apresentado e referendado o planejamento estratégico 2016-2020, que vem sendo construído pelos dirigentes do Sistema, desde outubro de 2015, através da assessoria da instituição canadense Développement Solidaire International – DSI. De acordo com Coordenador desta instituição, Claude Dorion, o planejamento estratégico de uma organização é um passo muito importante para construir uma visão a longo prazo de onde a organização quer chegar e quais são as estratégias e os recursos para atingir os objetivos traçados. “Este é um momento muito importante na vida associativa de uma organização cooperativa como a Cresol, onde todos os dirigentes têm a oportunidade de debater os pontos estratégicos e escolher os caminhos para melhorar os serviços aos associados, além de entender a atender a necessidade dos mesmos”, descreve Dorion.

Outro momento importante da ocasião foi a Assembleia Geral Ordinária de 2016 que também referendou importantes fatores estratégicos para o próximo ano de atividades e trabalhos. De acordo com o Diretor-Presidente da Central Cresol Sicoper, Gelson José Ferrari, este momento consolida o trabalho desenvolvido pela equipe Sicoper e as Cooperativas filiadas, tanto no período quanto na definição de estratégias para nortear ações futuras. “Além do planejamento estratégico também deliberamos ações importantes durante a Assembleia Geral, onde apresentamos as nossas singulares as demonstrações financeiras e contábeis do exercício 2015 e, assim, concluímos os processos assembleares do período”, pontua.

Para encerrar o evento, houve o sorteio final da primeira edição da Campanha Sonho de Prêmios Cresol, o qual premiou a associada Viviane de Fatima Zamo, da Cresol PA de São Martinho com um veículo Toyota Corolla. A nova edição da Campanha será lançada em 1o de maio de 2016 e traz prêmios como panificadoras, lavadoras de roupa, motocicletas e um trator. Para participar, basta que os cooperados efetuem movimentações financeiras com as Cooperativas e utilizem os produtos e serviços por ela disponibilizados.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.





*

WordPress spam blocked by CleanTalk.