Portal do Cooperativismo Financeiro Crise? Ótima oportunidade para o maior fortalecimento das Cooperativas Financeiras, por Marcos Vernei Schuster – Portal do Cooperativismo Financeiro

Crise? Ótima oportunidade para o maior fortalecimento das Cooperativas Financeiras, por Marcos Vernei Schuster

ICI imagemJá está mais do que comprovado que, em momentos de crise, as oportunidades para o crescimento das cooperativas financeiras (de crédito) são inúmeras e precisam ser aproveitadas ao máximo, principalmente através da ampliação do quadro social, do aumento na utilização dos produtos e serviços e intensificação do volume de negócios dos associados (donos do negócio) com a cooperativa!

Por outro lado, é fundamental nesse momento redobrar os cuidados e revisar as etapas de planejamento e concessão de crédito, pois a atual crise política e econômica, a piora nas condições de emprego e a redução do nível de confiança dos empresários e consumidores estão afetando de forma acentuada os indicadores de crédito no mercado.

Para contrapor este cenário, os bancos há alguns anos estão sendo mais seletivos na concessão de crédito, sendo que, especialmente os bancos privados, vêm aumentando o ICI – Índice de Cobertura da Inadimplência, que representa se há nível adequado de PDD – Provisão para devedores duvidosos para fazer frente aos valores inadimplentes em carteira. Para facilitar o entendimento, este indicador pode ser representado da seguinte forma:

ICI

Por exemplo: Se determinada Instituição possuir uma provisão de R$ 20 milhões e uma inadimplência de igual valor, o resultado será 1,0 (Um), ou seja, a provisão cobrirá em 100% o valor da inadimplência, sendo este um resultado mínimo esperado.

O desejável, porém, é que o patamar encontre-se pelo menos na média do Sistema Financeiro Nacional que é monitorado pelo Banco Central do Brasil através do Relatório de Estabilidade Financeira. Com base no relatório publicado em Abril/2016, o BACEN reconhece que a cobertura nos bancos está adequada, uma vez que a provisão é, aproximadamente, 81% maior do que a inadimplência nos bancos privados e 56%, nos públicos.

Se considerarmos o exemplo acima, o resultado dos bancos privados neste relatório seria de 1,81. Analisando as demonstrações contábeis do 1º. Trimestre/2016 dos principais bancos privados o índice destes está superior a 100% da inadimplência!

Cabem algumas reflexões (que não se esgotam aqui):

1 – ESSE INDICADOR É CONHECIDO E MONITORADO NA SUA COOPERATIVA OU SISTEMA?

2 – COMO ESTÁ O NÍVEL DE COBERTURA?

3 – QUAL A META PARA 2016 E PARA OS PRÓXIMOS ANOS?

Se não houver resposta clara a estas perguntas, recomenda-se uma análise mais detalhada, a fim de evitar, por exemplo, que eventuais sobras de 2016 sejam destinadas “indevidamente” (caso a cooperativa ou Sistema não possuam adequado índice de cobertura da inadimplência) para pagamento de juros ao capital ou distribuição aos cooperados pela integralização em cotas ou crédito em conta.

Mesmo nos casos em que a cooperativa tenha uma cobertura considerada suficiente, sugere-se aumenta-la, pois o cenário futuro ainda é muito incerto e com previsões ainda nada otimistas. Além disso, este momento de retração ou baixo crescimento da maioria dos setores da economia favorece a compreensão dos próprios cooperados a aprovarem medidas que busquem maior fortalecimento e segurança da cooperativa, mesmo que para isso, tenham que abrir mão de maiores retornos sobre as sobras ou remuneração de capital.

Assim, fica evidente que o atual momento exige amplo debate sobre o tema e eventual quebra de paradigmas para que prevaleça a visão de longo prazo sobre o curto prazo (o que já acontece na grande maioria das cooperativas de crédito) para contribuir para o fortalecimento, estabilidade e solidez do SNCC – Sistema Nacional de Crédito Cooperativo!

PENSEM NISSO, PRATIQUEM E SUCESSO A TODOS (NÓS)!

Marcos Vernei Schuster – Atua há mais de 22 anos no cooperativismo financeiro, Conselheiro de Administração certificado pelo IBGC – Instituto Brasileiro de Governança Corporativa, graduado em Ciências Contábeis com pós-graduações em Finanças, Marketing e Gestão e Inteligência Competitiva. Atualmente é Diretor Administrativo da TRANSPOCRED, cooperativa integrante do Sistema CECRED.

12 Comentários em Crise? Ótima oportunidade para o maior fortalecimento das Cooperativas Financeiras, por Marcos Vernei Schuster

  1. Ótimo conteúdo Marcos, cabe a nós Cooperados e Conselheiros divulgarmos a real situação econômica do país aos cooperados, para que estejam preparados ao receber possíveis notícias não esperadas quanto a dividendos da Cooperativa.

  2. Muito bom.

    Acredito que não só nas cooperativas, mas no BRASIL estamos precisando aprender o verdadeiro significado de accountability, TRANSPARENCIA sobre a real precificação.

    Porém, por outro lado, também precisamos de acionistas mais capacitados e conscientes. Basta comparar o cooperativismo Brasileiro com o Europeu. Até quando iremos querer “sobras” e deixar os bancos regularem o sistema financeiro.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.




*

WordPress spam blocked by CleanTalk.