Cresol Confederação realiza 4° Seminário Nacional

Cresol Confederação realiza 4º Seminario Nacional nov_2016Dirigentes das centrais de crédito integradas participam dos debates.

Nos dias 23 e 24 de novembro a Cresol Confederação realizou importantes debates durante o 4º Seminário Nacional do Cooperativismo de Crédito Familiar e Solidário, em Chapecó-SC. O evento, neste ano, teve como tema central as perspectivas e desafios para a inovação, governança e sustentabilidade em cooperativas de crédito, visando referendar grandes eixos temáticos para a atuação da Cresol Confederação nos próximos 10 anos.

Além de debater e refletir, dirigentes e colaboradores das quatro centrais de crédito integradas a Confederação celebram, neste evento, as conquistas de 2016, em especial a mudança de nome de Confesol para Cresol Confederação. Cerca de 170 participantes acompanharam a abertura do seminário e as palestras do dia, reforçando a construção coletiva e a importância de todos para o desenvolvimento de novas estratégias.

Conforme o Diretor-Presidente da Cresol Confederação, Cledir Magri, o encontro é um espaço importante para planejar estratégias e ações que garantam inovação, governança e sustentabilidade ao conjunto de centrais integradas e, consequentemente, aos cooperados. “Nossa trajetória já é de sucesso, mas é preciso deixarmos uma marca no projeto cooperativo, ajudando a construir essa história e fortalecendo o cooperativismo financeiro no país. Temos um longo trabalho pela frente, mas com a ajuda de todos vamos nortear as ações e tornar a marca Cresol uma referência nacional”, exaltou.

A primeira palestra do dia foi assessorada pelo empreendedor Geraldo Rufino, que compartilhou com o público as suas experiências de vida e a adaptação a realidade, oportunidades e superação dos desafios. Para ele, o cooperativismo tem, de modo geral, a missão social de unir pessoas e ajudar os outros, para que todos estejam bem e tenham chances de crescer. “Cooperativa é isso: espírito de dono, união e apoio”, ressaltou.

Já o Assessor, João Guadagnin, e a professora da Fundação Getúlio Vargas, Myrian Lund, fizeram suas intervenções no Painel dos desafios e perspectivas, demonstrando a realidade e apontando para novos cenários, a partir das inovações tecnológicas e das mudanças políticas e econômicas. “Inovar é preciso e um dos principais desafios é entender e atender as necessidades dos cooperados, tanto nos produtos e serviços oferecidos, quanto a forma de relacionamento com as cooperativas, que vem se tornando, cada vez mais, digital. Além disso, torna-se necessário focar em capacitações, educação financeira e participação efetiva, que refletem em ações de governança e sustentabilidade”, apontou Myrian.

O encontro também apresentou uma análise da conjuntura atual e as perspectivas para o futuro da política econômica, ministrada pelo Consultor Financeiro, Gilson Bittencourt.

No final do primeiro dia os Diretores-presidentes das Centrais Cresol Sicoper, Cresol Baser, Cresol SC/RS e Ascoob apresentaram dados e indicadores, reforçando as ações, potenciais e desafios de cada Central, reafirmando o compromisso da Confederação.

Na quinta-feira, 24, o Diretor Presidente da Confederação, Cledir Magri, e o Diretor Financeiro, Adriano Michelon, realizaram a apresentação da conjuntura atual da Cresol Confederação e os desafios futuros, destacando o histórico, indicadores, avanços, marco regulatório e política agrícola.

No final do Seminário, os debates ganharam ainda mais participação do público, que foi dividido em grupos para refletir sobre os principais eixos para a inovação, governança e sustentabilidade.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.




*

WordPress spam blocked by CleanTalk.