Portal do Cooperativismo Financeiro SER DIGITAL foi o tema âncora do CIAB 2017, por Kedson Macedo – Portal do Cooperativismo Financeiro

SER DIGITAL foi o tema âncora do CIAB 2017, por Kedson Macedo

Ciab Febraban 2017Com a temática central SER DIGITAL, encerrou-se dia 8/06, a 27ª edição do CIAB 2017, maior evento de inovação e tecnologia bancária da América Latina. A edição também foi comemorativa dos 50 anos da FEBRABAN, sua organizadora.

Foram 3 dias de debates intensos, com mais de 73 painéis, divididos em 3 trilhas técnicas: Produtos, Transformação Digital e Experiência do Cliente, 280 palestrantes e debatedores e mais de 20 mil participantes, notadamente profissionais de TI, marketing digital e de inovação das grandes instituições financeiras nacionais.

Na feira de negócio, cuja área excedia 30 mil m², estiveram presentes mais de 126 expositores, com grandes fornecedores da área de TI, como IBM, Google, Microsoft, Cisco, Dell, dentre outros, além de players importantes como Accenture, Huawei, Mastercard, Visa e Deloitte.

A abrangência da temática SER DIGITAL possibilitou a discussão acurada de inúmeras questões envolvidas na imperiosa necessidade de transformação digital das instituições financeiras brasileiras. Debateu-se questões de infraestrutura, segurança da informação, marketing digital, regulação, capacitação, produtos e serviços vinculados aos desafios que a digitalização impõe a diferentes atores presentes no ecossistema financeiro.

Chamou-me a atenção o debate sobre os fatores críticos de sucesso envolvidos no processo de transformação digital em qualquer empresa financeira. O êxito de introdução da cultura digital depende de fatores como o comprometimento da Alta Direção, a capacidade de mobilizar e transformar os colaboradores, a introdução de novas competências (entender do negócio e também de tecnologia é fundamental), “surfar” nas novas tendências, inclusive em colaboração com fintechs, criar um ambiente de inovação, com lideranças e equipes que detenham formação e conhecimentos diversos, e, sobretudo, conhecer com profundidade a jornada do cliente, ou seja, suas necessidades, conveniências e características.

Destacaram-se três grandes tendências de inovação tecnológica, que precisamos, como líderes e colaboradores de cooperativas financeiras, aprofundar nossos conhecimentos e experiências: Internet das coisas (IoT), Inteligência artificial, com destaque para a inteligência cognitiva, e BLOCKCHAIN, tecnologia que promete revolucionar as transações financeiras no futuro e que tem na moeda virtual Bitcoin seu mais visível exemplo.

Foi um evento muito bem organizado, com temática excitante e motivadora, e que, nas suas próximas edições, não pode prescindir da presença em massa de profissionais das cooperativas financeiras, notadamente das áreas de negócio, marketing e tecnologia da informação.

Para finalizar, deixo aqui um aprendizado: a revolução digital não tem a ver com um novo momento da tecnologia, mas com um novo momento da sociedade.

A CIAB 2017 me deixou um profundo sentimento de urgência e me lembro das sábias palavras do poeta Edson Marques: “O mais importante é a mudança, o movimento, o dinamismo, a energia. Só o que está morto não muda!”.

É isso que precisamos falar com a nossa GENTE!

* Por Kedson Macedo – Presidente da Confebras

Fonte: confebras.coop.br

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.




*

WordPress spam blocked by CleanTalk.