Cooperativas de crédito incentivam cidadania financeira para o empoderamento das pessoas e desenvolvimento das comunidades

O conhecimento sobre a boa gestão de recursos é ainda um dos grandes desafios no país. Para apoiar a comunidade neste sentido, Sistema Cecred oferece cursos, palestras e atividades gratuitas voltadas para a organização das finanças

Calcular o salário para garantir o pagamento das contas em dia e ainda contar com recursos em caso de imprevistos é uma dificuldade para a maioria dos brasileiros. Uma pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) com a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) mostrou que 80% da população ainda não sabe gerir os próprios recursos. O dado deixa claro a importância de um tema que está cada vez mais em pauta, especialmente entre as cooperativas de crédito: a cidadania financeira.

Para o diretor executivo da Cecred, Ivo José Bracht, esta é a solução em médio e longo prazo para esta situação. “Ela é tão importante que está no centro do nosso propósito. Nosso grande objetivo é transformar as pessoas em protagonistas da sua vida financeira através da educação, dando a elas informações que possibilitem escolhas conscientes”, diz ele.

De acordo com o especialista, duas ferramentas são relevantes para que a cidadania financeira seja uma realidade no Brasil. A primeira delas é a educação para as finanças. “Quando tem conhecimento, o cidadão se empodera em relação as suas decisões. Na vida financeira não é diferente. A partir do momento que as pessoas tiverem clareza sobre como lidar com essa parte das suas vidas, outros aspectos das vivências também melhorarão”, afirma Ivo. Levar informação a respeito da importância de poupar é outra bandeira defendida pelo Sistema Cecred junto aos cooperados.

A segunda é a poupança. “Nós entendemos que ter recursos guardados está diretamente ligado à segurança em relação às finanças. Por isso, buscamos trazer oportunidades de rendimento e facilidade de acesso a produtos e serviços também para o pequeno poupador”, comenta Ivo.

Para expandir esses conceitos nas comunidades onde estão inseridas, as cooperativas do Sistema Cecred contam com o Programa de Integração e Desenvolvimento de Cooperados e Comunidade (Progrid). Nele, os participantes podem se inscrever em cursos presenciais ou online, totalmente gratuitos, para todas as idades. Dentro do escopo da iniciativa também estão ações de educação financeira nas escolas. “Quanto mais cedo o cidadão se educa, mais saudável será sua relação com dinheiro”, finaliza o diretor.

Finanças pessoais

Com as orientações do Progrid, os participantes aprendem desde as tarefas mais simples como, por exemplo, a forma correta de organizar as finanças, até as mais complexas, como o investimento em ações. De acordo com Ivo, as decisões individuais e familiares relacionadas às finanças influenciam na economia como um todo. “As aulas têm a finalidade de contribuir não só para melhorar a qualidade de vida dos cooperados, como também da comunidade”, diz.

A importância de poupar e formar patrimônio, além de técnicas para o cidadão se programar e realizar os objetivos da vida a médio e longo prazo também fazem parte do conteúdo dos cursos. Outra abordagem diz respeito à tomada de crédito consciente. “O fato de recorrer a um empréstimo nem sempre é negativo. Pelo contrário, quando feito de forma bem planejada, seja para aquisição de um patrimônio ou organização das finanças, torna-se uma solução interessante”, destaca o diretor.

Segundo Ivo, o consumo consciente evita o endividamento. Um dos desafios frequentes da população é, por exemplo, o uso do cartão de crédito. Muitas pessoas optam por esta forma de pagamento e, sem o devido cuidado, acabam extrapolando os gastos. “Para não errar nas contas o ideal é evitar as dívidas e não confundir o limite disponibilizado com o que se pode gastar”, aconselha o executivo. Para ele, é importante não só valorizar as compras à vista, mas também avaliar cada aquisição. “Uma questão recorrente que as pessoas não percebem é a falsa criação de necessidades. É importante reavaliar hábitos e compreender a relação entre ter e ser. A satisfação no momento da compra costuma se dissolver rapidamente, e o que muitas vezes acaba restando é o comprometimento do recurso do próximo mês”, finaliza.

A programação completa do Progrid está disponível neste link.

Sobre a Cecred
Fundado em 2002, o Sistema Cecred conta com mais de 620 mil cooperados, 13 cooperativas, mais de 160 postos de atendimento e R$ 6,2 bilhões em ativos. Com atuação nos três estados do Sul do país, possui mais de 2,5 mil colaboradores. As cooperativas que compõem o Sistema Cecred são: Viacredi, AcrediCoop, Credifiesc, Acentra, Credelesc, Transpocred, Credifoz, CredCrea, SCRcred, Rodocrédito, Credicomin, Crevisc e Viacredi Alto Vale.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.




*

WordPress spam blocked by CleanTalk.