Lucro da Cielo cresce 19% em 2010 e soma R$ 1,8 bilhão

SÃO PAULO – A Cielo, empresa que credencia estabelecimentos comerciais para bandeiras de cartões, anunciou lucro líquido de R$ 1,830 bilhão para o ano de 2010, expansão de 19,1% ante o ano anterior. O resultado foi apresentado no padrão contábil internacional IFRS.

O novo ambiente competitivo pressionou as margens, os preços e a nossa participação de mercado“, destaca a empresa no demonstrativo de resultados, referindo-se à abertura do mercado de credenciamento. “Este novo cenário continuará representando um grande desafio e demandando ajustes em 2011.”

A Cielo registrou maior volume de operações em seus terminais. A empresa capturou R$ 74,1 bilhões em transações com cartões de crédito e débito no quarto trimestre, representando um aumento de 20,4% sobre o registrado no mesmo período de 2009 e de 10,1% ante o terceiro trimestre de 2010. Desse total, R$ 44,9 bilhões (61%) foram transações com cartões de crédito. Ao todo, foram 1,108 bilhão de transações processadas pelos terminais da empresa.

A razão do crescimento no faturamento da empresa foi a expansão do mercado de cartões de crédito, que teve alta de 20% nos volumes em 2010, segundo a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs). Outro fator foi a abertura do mercado de credenciamento. Desde julho, o contrato de exclusividade da Cielo com a Visa acabou e a empresa começou a prestar serviços para outras bandeiras, aumentando o total de transações em seus terminais (chamados de POS). A Cielo começou a capturar transações para a MasterCard, American Express, Sorocred e Ticket.

Fonte: Estadão

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.




*

WordPress spam blocked by CleanTalk.