Cresol Central já ultrapassa o montante de R$ 155 milhões liberados aos associados através de operações do Pronaf Custeio

No primeiro semestre do ano safra 2011/2012 (de 01/07 a 31/12/2011), a Cresol Central efetuou mais de 20 mil operações de Pronaf Custeio, sendo 9.722 operações através de recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e mais de 11 mil via Banco do Brasil. Juntas, elas representam um montante superior a R$ 155 milhões. Além do aumento no número de operações e de valor, outra novidade do plano safra 2011/2012 é o prazo. Neste ano, pela primeira vez, a Cresol Central iniciou a liberação em agosto, sendo que foi realizada com um mês de antecedência se comparada a safra anterior.

Conforme o Diretor Operacional de Crédito, Cláudio Risson, estas operações demonstram o crescimento do Sistema Cresol. “Nesta safra avançamos significativamente no volume de crédito repassado e também na quantidade de contratos liberados. Estes aumentos representam que o ano safra 2011/2012 vem sendo positivo, especialmente, no volume de crédito operado através do Pronaf e que estamos contribuindo, cada vez mais, com o desenvolvimento local e melhorando a qualidade de vida de nossos associados”, declara.
Com maior efetividade no planejamento, as cooperativas conseguiram organizar as contratações para que o crédito chegasse no momento oportuno ao associado. Segundo o Coordenador do Departamento de Crédito da Cresol Central, Maicon Tiago Mistura, o Sistema atenta para que o associado tenha crédito disponível no momento certo e no valor necessário. “Isto é possível através do trabalho em conjunto com as Cooperativas Singulares, dos treinamentos realizados antes do início das contratações e ajustes técnicos para as novas regras”, explica.

Entre as 55 Cooperativas que operam com Pronaf Custeio BNDES, a Cresol Irineópolis liberou neste período, através de 24 operações, uma média de R$ 5.368,28 a cada financiamento. De acordo com o Vice-Presidente da Cooperativa, Edvino Zielinski, nesta safra, são mais de R$ 125 mil em operações. “O Pronaf Custeio é um importante instrumento para os agricultores, já que oferece oportunidade para desenvolverem as propriedades e condições para melhorarem a renda”, avalia.

Já a Cresol Xavantina efetuou 98 operações com média de, aproximadamente R$ 20 mil cada. Conforme o associado, Gilberto Pavan, a necessidade de financiar surgiu para aumentar os rendimentos na propriedade. “Com o crédito, financiei a lavoura de milho e também investi na produção de leite. Com isso, consigo ter capital de giro e maior renda”. Ele reside na Comunidade de Pinhal Preto, interior de Xavantina, no oeste de Santa Catarina, e acessou o Pronaf Custeio Agropecuário no valor de R$ 20 mil.
Plano Safra 2011/2012

Conforme dados do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), através do Plano Safra 2011/2012, os agricultores familiares de todo o país tem acesso a um total de R$ 16 bilhões, que podem ser aplicados em linhas de custeio, investimento e comercialização do Pronaf. Do total disponibilizado, R$ 7,7 bilhões são para operações de investimento e R$ 8,3 bilhões para operações de custeio.

Fonte: Cresol Central

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*