Depósitos do setor cooperativista de crédito têm crescimento de 28% em 2011

Os depósitos do setor cooperativista de crédito no Brasil alcançaram a marca de R$ 42 bilhões em volume de depósitos no final de 2011. O crescimento registrado pelo segmento é 28% maior em comparação com o mesmo período de 2010. O crescimento do cooperativismo também pode ser verificado no saldo da caderneta de poupança que registrou a marca de R$ 3,1 bilhões no final do ano passado.

No Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil (Sicoob), maior sistema de cooperativas de crédito do país, o saldo da caderneta de poupança teve crescimento de 35% e alcançou a marca de R$ 1,1 bilhão no final de 2011, enquanto o mercado teve evolução de 11% em seu saldo no mesmo período. Para o gerente de captações do Banco Cooperativo do Brasil (Bancoob), entidade financeira provedora da poupança para as cooperativas de crédito do Sistema, Ricardo de Amorim, o diferencial no investimento é o retorno dos recursos aplicados para as cooperativas de crédito e para as regiões onde o investimento foi realizado. “Diferente dos bancos comerciais, que investem os recursos da poupança nos grandes centros e em crédito imobiliário, os recursos captados nas cooperativas retornam em benefício para as comunidades, viabilizando o desenvolvimento local”, diz o especialista.

Para investir na poupança do setor cooperativista de crédito não é necessário se associar a uma cooperativa. A taxa de rendimento anual é de 6,17% ao ano acrescido da taxa referencial (TR), mesmo valor praticado pelos bancos comerciais, porém com a vantagem da isenção da incidência de impostos e tarifas sobre os rendimentos.

Fonte: Sicoob

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.




*