Conferência realizada em Londres apresenta melhores práticas de bancos líderes mundiais

Unicred foi a única cooperativa de crédito brasileira presente no evento.

As organizações passam por pressões cada vez maiores para reduzir custos, ao mesmo tempo em que precisam melhorar a experiência do cliente. A adoção em massa de serviços digitais está transformando as relações comerciais, dando origem a um novo e exigente público. O desafio de entender e engajar esse novo cliente foi o tema central do Branch Transformation 2017, realizado no Royal Lancaster, em Londres.

A Unicred foi a única cooperativa de crédito brasileira presente no evento. O diretor-executivo da Unicred União, Marcelo Vieira Martins foi um dos poucos brasileiros que teve a oportunidade de participar da conferência organizada pela Reital Banking Reserarch (RBR), empresa líder no fornecimento de serviços estratégicos de pesquisa e consultoria para organizações das áreas de automação bancária e varejista, cartões e pagamentos.

Durante dois dias, palestrantes de renome internacional apresentaram estudos de caso e as melhores práticas de bancos líderes, mostrando respostas ao desafio de tornar o ramo financeiro adequado para esse novo paradigma. “Foi um amplo debate sobre as transformações que estão ocorrendo no sistema bancário mundial. Novas tecnologias estão gerando clientes com novos perfis e engajá-los é um desafio constante”, admite Marcelo.

“O futuro digital é agora”; “Transformação de filiais para o cliente de banco corporativo”; “Uso da inteligência artificial” foram alguns dos temas abordados durante o evento. “Muitos assuntos focaram o formato da agência do futuro. Discutimos muito esse novo conceito e as formas de ampliar os relacionamentos. Assim, a agência do futuro poderá ter, por exemplo, uma cafeteria, área para animais, com ração, ou mesmo um espaço para bicicletas. Vamos ter que nos moldar, nos transformar se quisermos acompanhar essa mudança de concepção do cliente, no nosso caso, os cooperados”, alerta Marcelo.

Segundo Marcelo, durante o evento que contou com a participação de representantes de bancos europeus e americanos, foi unânime a opinião de que daqui para frente não será importante a infraestrutura das agências, mas o sim o propósito da organização para engajar seus clientes. “Neste sentido, estamos na frente, pois o cooperativismo já tem esse princípio natural e muito forte, ao colocar a pessoas em primeiro lugar”, afirma o diretor-executivo.

Inspirado nos estudos de casos bancários inovadores apresentados pelos líderes de pensamentos e maiores estrategistas do mundo, Marcelo promete grandes novidades para a Unicred União e adianta: “Vamos investir cada vez mais em relacionamento com os cooperados e manter as pessoas no centro de tudo”, garante.

Além de participar do Branch Transformation 2017, Marcelo também visitou um banco que abre sete dias por semana e que desenvolve atividades de atração de jovens. “São muitas novidades, grandes fontes de inspiração que nos motivam a buscar sempre o melhor para nossos cooperados”, frisa Marcelo.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.




*