Conheça a Estrutura do SNCC – Sistema Nacional de Crédito Cooperativo

1. ESTRUTURA DO SNCC (Sistema Nacional de Crédito Cooperativo)

1.1 COMPOSIÇÃO

Em dez-17, estavam vinculadas ao FGCoop as seguintes instituições: 2 bancos cooperativos, 4 confederações (sendo 2 de crédito e 2 de serviços), 34 centrais e 777 cooperativas singulares de crédito captadoras de depósitos. Além dessas e das cooperativas singulares de capital e empréstimo (192), também compõem o SNCC, cooperativas ou empresas controladas por cooperativa central ou por confederação que atuam majoritariamente na prestação de serviços e fornecimento de bens a instituições do setor cooperativo de crédito, desde que necessários ao seu funcionamento ou complementares aos serviços e produtos oferecidos aos associados e entidades de representação institucional, de cooperação técnica ou de fins educacionais do SNCC ( São os casos da Confederação Nacional de Auditoria Cooperativa – CNAC, Confederação Brasileira das Cooperativas de Crédito – Confebras, Federação Nacional das Cooperativas de Crédito Urbano-Fenacred, Federação Nacional das Cooperativas de Crédito – FNCC e Federação das Cooperativas de Crédito do Estado de São Paulo-Fecresp).

1.2 COOPERATIVAS SINGULARES DE CRÉDITO

Segundo informações do site do Banco Central do Brasil (BC), existiam 986 cooperativas de crédito autorizadas a funcionar em dez-17 e em dez-16 1.041. A diminuição de 50 singulares deveu-se a processos de incorporações, com destaque para a Cresol, conforme (Quadro A.1.1). Houve três autorizações de cooperativas em 2017.

Ao considerar as cooperativas em atividade (desconsiderando aquelas em processo de incorporação, liquidação ordinária e outros) estavam em funcionamento 969 em dez-17 e 1.019 em dez-16, universo objeto de análise deste relatório.

 

Clique no link para consultar na íntegra o Relatório do Sistema Nacional de Crédito Cooperativo – SNCC 2017.

Fonte: www.fgcoop.coop.br

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.




*