Quanta Previdência Cooperativa comemora seus 15 Anos com Seminário sobre as “Revoluções do Século XXI”

O aniversário de 15 anos da Quanta Previdência Cooperativa foi comemorado com um grande debate sobre o presente e o futuro, reafirmando a identidade da Entidade como disseminadora da educação financeira e previdenciária no Brasil. O seminário “Revoluções do Século XXI” encerrou o ano de 2019 com chave de ouro, no dia 6 de dezembro, no Majestic Palace Hotel, em Florianópolis, reunindo dirigentes de dois dos maiores Sistemas Cooperativos do Brasil – Unicred e Ailos, instituições de Previdência, conselheiros, funcionários e parceiros, convidados e autoridades, que deixaram registrados o reconhecimento pelo importante trabalho realizado pela

Quanta, consolidado em suas grandes conquistas:
• 100 mil Participantes em seus planos de previdência, em 54 cooperativas instituidoras.
• R$ 3,5 bilhões de patrimônio previdenciário.
• Crescimento de 37% em 2019.
• 70% dos planos com cobertura completa de riscos.
• Três planos para atender cooperativas de todos os seguimentos e de todo o país: Precaver, Prevcoop, e Precaver Corporativo.
• Pódio entre os 15 maiores planos de Entidades Fechadas de Previdência Complementar, na classificação da Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar (Abrapp): 1º lugar para o Plano Precaver e 11º lugar para o Plano Prevcoop.
• O melhor serviço financeiro em pesquisa realizada com os Cooperados do Sistema Unicred.
• Certificação ISO 9001 em 100% dos processos.
• Certificação do Selo Probare de Excelência no Atendimento.

Diante desse cenário de crescimento consolidado, o Seminário teve como foco as duas grandes transformações em curso na atualidade, que mexem com toda a estrutura da sociedade, da economia, da política e do comportamento: o desenvolvimento da tecnologia e da inovação (ERA DIGITAL) e o aumento da expectativa de vida (ERA DA LONGEVIDADE). Como a Quanta Previdência vive de forma intensa essas duas faces da modernidade, trouxe os importantes temas para um debate diferenciado e integrado, abordando os avanços tecnológicos para a sua gestão, otimizando processos e multiplicando resultados, que se traduzem na promoção da qualidade de vida na longevidade.

Revolução da Longevidade

A abertura do evento aconteceu com a palestra “A Revolução da Longevidade”, ministrada pelo gerontólogo Alexandre Kalache, brasileiro que virou referência no mundo todo, por seu destacado trabalho junto à OMS e outras instituições internacionais, sobre o envelhecimento ativo e a preparação da sociedade no acolhimento ao idoso. Com sua ampla experiência e conhecimento, o médico provocou a reflexão sobre as transformações advindas com a longevidade. “Em apenas um ano (2018-2019) o IBGE registrou um aumento de 3 meses e 4 dias na expectativa de vida dos brasileiros. Isso é absolutamente revolucionário, exigindo uma preparação cada vez maior para garantir a qualidade e a autonomia de vida na fase do envelhecimento. É preciso se prevenir e reinventar o curso na nossa linha do tempo, para responder ao novo ciclo da longevidade”.

Previdência no Brasil

O primeiro painel de debatedores teve como tema central a “Previdência no Brasil”, abordado por renomados profissionais: Luís Ricardo Martins Marcondes, advogado e Presidente da Abrapp – Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar; Nilton Molina, administrador e Presidente do Conselho de Administração da Mongeral Aegon Seguros e Previdência S/A; Wilson Souza, economista e sócio Diretor da Somma Investimentos; Murillo Ronald Capella, médico, professor universitário e escritor.

O painel apresentou os diferenciais e os benefícios da Previdência Associativa, destacando o necessário planejamento para a proteção do presente e rumo ao futuro. Os debatedores convidados também analisaram o novo cenário econômico, de queda histórica nos juros, e seus reflexos nos planos de previdência privada, finalizando com um alerta para o indispensável acompanhamento dos planos pelos participantes, para que os investimentos possibilitem, a longo prazo, a concretização de sonhos e projetos.

Transformação Digital na Quanta

Nos últimos dois anos, a Quanta assumiu a meta da transformação digital, para crescer, agilizar e automatizar processos, satisfazer os participantes de seus planos e gerar melhores resultados, com segurança e governança. Para apresentar essa grande mudança e suas destacadas respostas, o segundo painel do seminário teve como debatedores a diretora de Desenvolvimento e Investimentos, Denise Maidanchen, o diretor de Tecnologia e Operações, Glauco Balthar, e o especialista em transformação digital, inovação e tecnologia da informação, Alencar Guerreiro. Na certeza de que a transformação digital não pode ser adiada nem terceirizada, a Quanta assumiu o objetivo e envolveu todos os seus colaboradores na mudança, que passaram a ser os “Quanters”, a equipe tec da gestão da Entidade.

Futuro da Inovação

O palestrante Demétrio Teodorov alertou: “O futuro é o presente, mas nem todos estão entendendo o tamanho da transformação que se está vivendo nestes primeiros anos do novo século”. Futurista e estrategista, executivo de inovação digital, o palestrante apresentou uma série de soluções e produtos tecnológicos que estão mudando as relações no mercado de trabalho e no dia a dia das pessoas. Além disso, destacou a necessidade da inovação ter o foco no ser humano, ressignificando o que realmente é importante para a sociedade e estimulando um novo jeito de olhar para os desafios. “Inovar é aceitar a mudança de comportamento. Antes de qualquer criação tecnológica ou aplicativo digital, isso tem a ver com as pessoas”.

O Barco é como uma Instituição em Alto Mar

O palestrante do encerramento do seminário foi o capitão Vilfredo Schurmann, líder das expedições da Família Schurmann, coordenador das duas voltas ao mundo num veleiro, condecorado com a Medalha do Mérito Naval da Marinha do Brasil. Ele proporcionou uma verdadeira “viagem” ao público presente no evento, destacando a importância de estar sempre aberto para o novo. “Para alcançar a longevidade é preciso planejar o futuro, preparar o corpo e a mente. Antes a gente podia prever o que ia acontecer nos anos que tínhamos pela frente. Agora, é preciso estar permanentemente atento e repensar a vida a cada novo dia, como numa expedição em alto mar”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*