Mensagem de Graciela Fernández Quintas, Presidente da Cooperativas das Américas

Vamos continuar a cooperar, enfrentando a emergência Covid -19

Prezados colaboradores, prezados líderes das organizações membros, prezados membros do Conselho de Administração, Cooperativas das Américas

Espero que você esteja bem de saúde, cuidando de seus entes queridos e se engajando cada vez mais na implementação de nossa atitude cooperativa para reduzir a curva de contágio do COVID-19 nas Américas.

Com a disseminação do COVID-19, a humanidade enfrenta um desafio de escala sem precedentes, uma vez que a doença não reconhece fronteiras, nacionalidades, religiões ou etnias.

Desde o mês passado, vivemos coletivamente momentos e situações de incerteza e medos, mas ao mesmo tempo vemos ações que revelam a boa natureza do ser humano: a própria solidariedade e cooperação.

Vimos a solidariedade florescer em todas as organizações cooperativas, estabelecendo uma colaboração concreta com as autoridades e os governos de todos os países da região para aliviar a crise da saúde.

Este é um momento que nos impediu de pensar no “eu” e levou todos a usar “nós”, uma situação que nos tirou do modo automático e obrigou todos a se concentrarem na família, que é o núcleo da sociedade. Momento em que redescobrimos a importância do equilíbrio e da calma, onde sentimos a inadequação de alguns modelos sociais e econômicos criados até agora.

A Cooperativas das Américas (antiga ACI Américas, escritório regional da Aliança Cooperativa Internacional) está preocupada com o efeito devastador que o COVID-19 terá sobre dezenas de milhões de pessoas em todo o mundo em termos de desemprego, uma vez que, de acordo com a Organização Mundial do Trabalho (OIT), a pandemia pode gerar 25 milhões de perdas de empregos no mundo inteiro: para atenuar isso, pedimos aos nossos membros que façam o máximo esforço para manter empregos diretos e forjar empregos indiretos.

O movimento cooperativo sempre foi resiliente ao longo do tempo: atualmente representamos cerca de 10% da população empregada globalmente e mais uma vez estamos ajudando todos os nossos membros, famílias e comunidades a superar um momento muito difícil.

Neste momento inesperado, convidamos você a construir alianças inesperadas e frutíferas, a procurar abrir espaços para o diálogo com os governos, a criar ações de cooperação.

Daremos visibilidade a todos os seus esforços para trocar boas práticas e conscientizar sobre a contribuição da cooperativa para uma sociedade melhor.

Expressamos nossos sinceros agradecimentos aos médicos e aos trabalhadores das cooperativas de saúde. Celebramos e destacamos o talento, o espírito de serviço, o esforço e a dedicação de todo colaborador como exemplo de generosidade e compromisso humano, de cuidado coletivo antes do interesse individual.

Desejamos que, após esta página difícil da história do planeta, os princípios e valores do cooperativismo prevaleçam, e o futuro que construiremos seja escrito com as palavras de cooperação, solidariedade, sustentabilidade, igualdade e preocupação. para o nosso bem-estar comum.

Graciela Fernandez
Presidente
Cooperativas das Américas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*