PIX supera DOC e já representa quase 40% das transferências na semana

Pagamento instantâneo do Banco Central ganha mercado em relação à TED no primeiro mês de operação.

Na semana de 7 a 13 de dezembro foram realizadas 29,2 milhões de transações com PIX, enquanto foram registradas 45,2 milhões de TEDs e 2,4 milhões de DOCs.

O PIX, sistema de pagamento instantâneo do Banco Central, completou um mês de operação aberta e, na última semana, representou quase 40% das transferências, incluindo operações feitas com TED e DOC. É o que mostrou o Banco Central, em coletiva realizada nesta quarta-feira, 16. Na semana de 7 a 13 de dezembro foram realizadas 29,2 milhões de transações com PIX, enquanto foram registradas 45,2 milhões de TEDs e 2,4 milhões de DOCs.

O meio de pagamento vem crescendo gradualmente em relação aos outros tipos de transferência semana a semana, enquanto operações feitas com TED caem. A única exceção foi na semana de 30 de novembro a 6 de dezembro, na qual as TEDs cresceram 35%. Na semana de 16 a 22 de novembro, representou 12,2 milhões de transações. Na semana do dia 23 a 29 de novembro, 15,9 milhões. De 30 de novembro a 6 de dezembro, 25,2 milhões, e de 7 a 13 de dezembro, representou 29, 2 milhões de transações. No total, 93 milhões de operações foram feitas com PIX.

Gráfico do primeiro mês de operação do PIX

Desde o início, portanto, o PIX cresceu de uma média de 10% das transações para mais de 30%. “Ontem, dia 15 de dezembro, o PIX representou 54% da quantidade de transações, ou seja, a maioria. É apenas um mês de operação. Não me surpreenderia que no final da semana o número de transferências feitas com PIX atinja 40%”, diz João Mello, diretor do Banco Central.

Até o dia 15 de dezembro foram cadastradas 116 milhões de chaves no PIX. A chave que lidera é o CPF (40,2 milhões), seguida pela aleatória (29,1 milhões), celular (25,9 milhões), e-mail (18,2 milhões) e CNPJ (2,5 milhões). Apesar de não serem obrigatórias, elas são importantes para que a transação não seja rejeitada. Em operações de PIX com chave a taxa de rejeição é de 0,5%, bem abaixo do índice de rejeição da TED e DOC, que é de 4,5%. Já nas transações sem chave sobe para 9,8%.

Primeiro mês do PIX

A maior parte das transações são feitas de pessoas físicas para pessoas físicas, que representam 84% do total. Já pagamentos com PIX em estabelecimentos comerciais equivalem a 6%, enquanto empresa para pessoa somam 7% e empresa a empresa é de 3%.

O valor médio das transações é de 896 reais. Em transferências entre pessoas o valor cai para 496 reais. Entre empresas, a média de valor transferido é de 14 mil reais. Segundo o BC, já foram feitas transações de mais de 100 mil reais, o que demonstra a confiança no sistema.

Fonte: exame.com

Compartilhe a notícia:
5k
fb-share-icon15000
20
Pin Share20

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

ERROR: si-captcha.php plugin: GD image support not detected in PHP!

Contact your web host and ask them to enable GD image support for PHP.

ERROR: si-captcha.php plugin: imagepng function not detected in PHP!

Contact your web host and ask them to enable imagepng for PHP.