Ailos dá dicas de como aproveitar a restituição do imposto de renda

Especialistas do sistema de cooperativas mostram opções práticas para usar o recurso.

O segundo lote de restituição do Imposto de Renda 2022 começará a ser pago hoje, dia 30/06. Os reembolsos serão creditados em cinco lotes e totalizarão R$ 6,3 bilhões. O dinheiro extra é uma ótima oportunidade para quem precisa reorganizar as contas ou até mesmo dar um passo adiante e começar a investir. Por isso, é preciso ter bastante clareza de como usar o recurso e se planejar para atingir os objetivos. Os especialistas alertam para o perigo de gastar sem resultado prático, especialmente em um momento ainda delicado para muitas famílias.

A facilitadora em Gestão de Finanças Pessoais do time de Educação do Ailos, sistema que conta com 13 cooperativas de crédito e mais de 1,3 milhão de cooperados na região Sul, Querli Tolfo, lembra que é essencial saber das necessidades de cada um. O primeiro uso da restituição, recomenda ela, é a quitação de dívidas. “O ideal é estancar o pagamento de juros. Se não houver dívidas ou, se após o pagamento, houver sobra, o indicado é investir”, indica. Neste caso, Querli recomenda conhecer o perfil de investidor – conservador, moderado ou arrojado – e entender as necessidades financeiras de curto, médio ou longo prazo.

Investimentos em renda fixa estão em alta

Josiane Francisco Silva Righi, especialista em Investimentos do Ailos, destaca que existem opções que atendem a diversos perfis de investidores. Entre as opções estão os ativos de renda fixa, como os RDCs, CDBs, títulos do Tesouro Direto, poupança, entre outros. “A renda fixa é uma ótima alternativa para quem quer formar uma reserva de emergência, podendo resgatar o dinheiro assim que precisar e obter uma boa rentabilidade enquanto ele permanecer investido. Só é importante escolher investimentos com liquidez diária. Existem produtos com aporte mínimo muito baixo, em torno de R$ 10,00”, explica.

Para quem não precisa do dinheiro tão rápido, as opções de médio e longo prazo, que contam com maior potencial de rentabilidade, são as mais indicadas. “Estamos em um cenário econômico com altas taxas de juros, o que valoriza muito os investimentos em renda fixa que, além da remuneração, preservam o patrimônio financeiro das pessoas. Ela é a queridinha do momento”, pontua Josiane.

Quem já tem um pouco mais de disposição para assumir riscos, conhece bem o assunto ou conta com apoio profissional e deseja apostar em receber melhores retornos, os investimentos de renda variável são os mais indicados: fundos de investimentos, ações, derivativos, entre outros. “Para que não haja perdas, a diversificação será sempre a maior aliada do investidor, pois isso trará uma média maior de retorno à sua carteira. Para quem ainda se sente inseguro ao investir e quer dar os primeiros passos sem medo, minha dica é procurar a instituição financeira e pedir apoio de especialistas em investimentos, que poderão ajudar a guiar o caminho”, explica.

Sobre o Ailos

Constituído em 2002, Ailos é um Sistema de Cooperativas com mais de 1,3 milhão de cooperados, 13 cooperativas singulares de crédito, uma central e uma corretora de seguros. São mais de 260 postos de atendimento e mais de R$ 14 bilhões em ativos. Com atuação física nos três estados do Sul do país, contribui e promove o crescimento sustentável e desenvolvimento social das comunidades onde atua por meio de suas filiadas: Acentra, Acredicoop, Civia, Credcrea, Credelesc, Credicomin, Credifoz, Crevisc, Evolua, Transpocred, Únilos, Viacredi e Viacredi Alto Vale.

Compartilhe a notícia:
5k
fb-share-icon15000
20
Pin Share20

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.