Integração Juventude é uma das apostas do 14º Concred

O objetivo é estimular as habilidades do jovem frente às novas realidades e oportunidades de um mundo conectado, com base na educação financeira

Falta menos de um mês para o 14º Concred, o maior evento do cooperativismo financeiro da América Latina, que será realizado em Recife, com uma programação presencial e digital intensa. Um dos destaques é a participação dos jovens no evento, refletindo a integração cada vez mais ampla de pessoas com menos de 35 anos no cooperativismo brasileiro.

A segunda edição do Espaço Integração Juventude, programação paralela totalmente gratuita especialmente voltada para os jovens dentro do Concred, espera atrair cerca de 1.000 de pessoas, de 16 a 35 anos, interessadas em conhecer mais sobre o cooperativismo. As inscrições para o Espaço IJ abrem no início de agosto.

A programação deste ano está focada no tema “Habilidades, capacidades, comportamentos e atitudes do jovem frente às novas oportunidades e realidades do mundo onlife”. Nela, estão previstas apresentações musicais, visitas à exposição “120 anos do Cooperativismo de Crédito Brasileiro”, participação na Feira de Negócios Cooperativista, palestras, talk shows, muita música e interação.

Para a superintendente da Confebras, Telma Galletti, a ideia é repetir e ampliar a experiência marcante da primeira edição do Integração Juventude. “Como o acesso à programação é livre e gratuito, convidamos as cooperativas e sistemas que desenvolvem projetos voltados aos jovens que os estimulem a participar, presencial ou virtualmente. É uma possibilidade única de construirmos uma poderosa aliança entre as novas gerações e as instituições cooperativistas que, na sua essência, são inovadoras e sustentadas por princípios de cunho social e educativo”, reforça.

O mundo onlife

Uma geração que já nasceu conectada ou que teve a experiência de conexão muito cedo é o público-alvo do Integração Juventude deste ano. Estar “onlife” é estar hiperconectado, ou seja, não faz mais sentido questionar se a pessoa está on ou off, como era costume há alguns anos. Nesse sentido, o cooperativismo pretende andar junto com essa hiperconexão e apresentar as perspectivas que acompanham a realidade virtual, presente na vida de todos.

Jovens de 16 a 35 anos possuem anseios também em relação ao seu futuro financeiro e é importante demonstrar como esse modelo de cooperação e sustentabilidade, que é parte fundamental da identidade do setor, está alinhado às expectativas dessa nova geração. “Queremos mostrar aos jovens que Cooperativismo de Crédito é uma oportunidade de unir economia solidária às expectativas hiperconectadas de mudar o mundo que eles carregam. Os números demonstram que há muito espaço no setor a ser explorado e o nosso foco principal dessa edição é o Cooperativismo no Nordeste”, afirma o presidente da Confebras, Moacir Krambeck, lembrando que as lideranças do futuro estarão intimamente ligadas à cooperação em todos os sentidos.

O Espaço Integração Juventude do 14º Concred acontecerá nos dias 10,11 e 12 de agosto, das 9h às 11h30, em Recife, com programação híbrida e pautada nas principais demandas dos jovens cooperativistas. Serão 200 jovens participantes no evento presencial e cerca de 1.000 na modalidade digital, com acesso gratuito. Mas atenção: é necessário se inscrever pelo link que será liberado no site do 14º Concred no início de agosto.

Como o formato é híbrido, tudo o que estiver acontecendo ao vivo no Centro de Convenções de Pernambuco estará sendo transmitido virtualmente aos inscritos.

Atraindo jovens

Entender como funciona o cooperativismo é importante para que os jovens façam a sua escolha diante dos desafios e oportunidades do presente e do futuro. A Confebras abraçou essa ideia não só pela implementação do Espaço Integração Juventude, mas por realizar estudos de mercado e análises internas que apontam forte convergência entre as expectativas dos mais jovens e os propósitos das cooperativas financeiras no sentido de realização pessoal e profissional.

O modelo cooperativo é precursor de conceitos que já estão bastante difundidos, como o do cashback, por exemplo, ou mesmo da economia colaborativa. As sobras são um exemplo prático dessa interação: um sistema que distribui o “lucro” de maneira proporcional às operações realizadas pelos cooperados.

Outro ponto fundamental de convergência é a participação ampla no gerenciamento dos recursos, onde todos os associados ao capital são valorizados pela sua permanência na sociedade, resgatando seus investimentos ao final de cada ciclo de relacionamento com as cooperativas.

Para saber mais sobre o Concred e o Espaço Integração Juventude, acesse o site.

O que é a Confebras

A Confebras é uma confederação suprassistêmica do cooperativismo financeiro nacional de função agregadora e representativa, que investe na educação cooperativista e corporativa dos líderes do setor, além de implementar ações sistemáticas para desenvolver a cultura cooperativista financeira na sociedade brasileira.

Compartilhe a notícia:
5k
fb-share-icon15000
20
Pin Share20

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.