César Gioda Bochi é diretor presidente do Banco Cooperativo Sicredi

Nos últimos anos, as cooperativas de crédito se tornaram um forte elemento da economia, sendo responsáveis não apenas por democratizar o sistema financeiro, mas também por trazer impacto social e ambiental para a sociedade. Hoje, cooperativas de todo o país atuam nas mais diversas cidades, levando melhores condições para milhões de brasileiros que estão, direta ou indiretamente, ligados às cooperativas.

Entre os sistemas que hoje protagonizam esse momento de transformação no setor, o Sicredi é um dos que mais cresce, graças ao grande número de colaboradores que diariamente atuam em prol de seus cooperados. Iniciando um novo passo em  sua história, o Conselho de Administração da Sicredi Participações S.A (SicrediPar), holding do Sicredi, elegeu no final de agosto o novo diretor presidente do Banco Cooperativo Sicredi. O escolhido, César Gioda Bochi, possui uma longa história dentro do cooperativismo, sendo uma de suas principais vozes.

Para compreender um pouco mais sobre esse novo momento do Sicredi, a MundoCoop conversou com exclusividade com César Gioda Bochi, que além de assumir o cargo de diretor presidente do Banco Cooperativo Sicredi, também assume como diretor executivo das empresas situadas no Centro Administrativo Sicredi (CAS). Na entrevista que você confere abaixo, ele compartilha algumas de suas expectativas e perspectivas para o futuro do cooperativismo de crédito no Brasil.

Confira na íntegra!

MundoCoop: No final de agosto, você foi nomeado como novo diretor presidente do Banco Cooperativo Sicredi e diretor executivo das empresas situadas no Centro Administrativo Sicredi (CAS). O que essa nomeação lhe representa? Quais os principais objetivos do seu mandato?

O cooperativismo faz parte da minha vida e carreira há muito tempo. Estou no Sicredi há mais de 25 anos e, pessoalmente, herdei do meu pai e avô os valores de cooperação para, de forma integrada com as comunidades, gerar desenvolvimento econômico e social. Dessa forma, assumir o cargo de diretor presidente do Banco Cooperativo Sicredi e diretor executivo do Centro Administrativo Sicredi (CAS) é um enorme orgulho e representa uma grande responsabilidade em colaborar com a continuidade da evolução do Sistema, construindo com nossas Centrais e Cooperativas um cooperativismo moderno e renovado sem perder nossa essência do relacionamento e preocupação genuína com as pessoas e comunidades.

As cooperativas, que atuam no dia a dia dos associados, têm feito um trabalho espetacular e é nosso papel, no CAS, oferecer todo o suporte necessário para aprimorar a experiência dos associados cada vez mais. A evolução digital dos sistemas e produtos, por exemplo, é um dos nossos principais investimentos para proporcionar mais facilidade e comodidade no relacionamento. A atuação proativa do Sicredi no Open Finance é um exemplo de movimentos que estamos fazendo para sempre beneficiar nossos associados.

MundoCoop: Atualmente o Sicredi possui mais de 6 milhões de cooperados, e segue atraindo novos associados. Quais os principais desafios à frente de um ecossistema responsável por impactar a vida de milhares de pessoas a cada dia? Como manter o nível de excelência, mesmo com um crescimento contínuo e exponencial?

Somos uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos nossos mais de 6 milhões de associados e com o desenvolvimento das regiões onde atuamos. Buscamos sempre aprimorar a experiência de nossos associados, incorporando tecnologia e inovação no dia a dia, disponibilizando novas soluções que atendam às suas necessidades. A tecnologia precisa levar a autonomia transacional ao associado e ser uma alavanca de aproximar ainda mais o relacionamento mesmo no contexto mais digital, utilizando os dados para entender as necessidades dos nossos associados e oferecermos as melhores soluções quando o associado precisa. Hoje, já disponibilizamos mais de 300 produtos e serviços financeiros, que vão desde conta-corrente e cartões até investimentos, seguros, consórcios, máquina de cartões, atendendo pessoas físicas, jurídicas e produtores rurais.

Além disso, graças ao modelo de governança, atuamos por meio de 108 cooperativas em todas as regiões do Brasil que possuem o conhecimento e a experiência de contato cotidiano com os associados e é essa mescla entre inovação e tradição que cria o nosso diferencial. Essa construção coletiva é fundamental para mantermos o nível de excelência em nosso trabalho.

MundoCoop: Apesar de possuir 120 anos de história, o Sicredi presencia um momento único, onde o mercado em que atua está ainda mais competitivo. Como se destacar diante das outras opções disponíveis para o consumidor?

Nosso modelo de negócio é centenário e ao mesmo tempo atual, pois é baseado na cooperação entre as pessoas e no interesse pela comunidade, gerando uma cadeia de valor que beneficia a todos. Entendemos que a manutenção da nossa identidade enquanto cooperativa de crédito, que alia o econômico ao social por meio do interesse genuíno pela prosperidade das pessoas, somada às evoluções constantes do nosso portfólio são a fórmula para a manutenção do nosso crescimento, visto que temos tudo que as outras instituições financeiras oferecem e que as pessoas estão cada vez mais interessadas em se conectar com marcas que tenham propósito. Somos competitivos no digital e nos diferenciamos no relacionamento e interesse genuíno pelas pessoas e desenvolvimento das comunidades.

MundoCoop: Quais as suas perspectivas para o futuro do cooperativismo de crédito e do Sicredi?

O segmento de cooperativismo de crédito tem muito potencial para crescer no Brasil. O desempenho do setor tem sido positivo e o Sicredi é um exemplo disso. A transformação pela qual o setor financeiro está passando também é positiva para nós, e as novas alternativas tecnológicas que estão surgindo nos permitem criar canais de comunicação que nos colocam ainda mais próximos dos associados, permitindo que mais pessoas, inclusive as de grandes centros urbanos, conheçam os benefícios do modelo.

Entendemos ser possível manter o crescimento em ritmo acelerado, a fim de impactar positivamente cada vez mais pessoas, mantendo características essenciais para o Sicredi, como a proximidade das cooperativas com os associados, ao mesmo tempo em que somamos inovação ao trabalho. Vemos um grande potencial do cooperativismo de crédito para ajudar cada vez mais brasileiros, incluindo empreendedores e produtores rurais, com os quais já temos uma ligação muito forte. Também pretendemos fortalecer ainda mais a nossa atuação em regiões como o Norte e o Nordeste, que historicamente têm menos tradição com o modelo, mas já estão colhendo ótimos frutos nesse sentido.

Por Leonardo César – Redação MundoCoop

Fonte: mundocoop.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.