Banco Central e OCB querem modernizar Lei das Cooperativas de Crédito

Modernização da LC 130 (prestes a completar 11 anos) aprimora gestão e governança e, ainda, oferece novas oportunidades de negócios.

Nesta terça-feira (10/3), foi assinado o projeto de revisão da Lei Complementar nº 130/2009, que cria o Sistema Nacional das Cooperativas de Crédito (SNCC). Os presidentes Roberto Campos Neto (Banco Central do Brasil) e Márcio Lopes de Freitas (Organização das Cooperativas Brasileiras – OCB) estiveram presentes. O autor do projeto será o deputado federal Arnaldo Jardim (SP), que representa as cooperativas de crédito na diretoria da Frente Parlamentar do Cooperativismo (Frencoop). O evento ocorrerá na sede da OCB, às 15h30. O texto-base foi elaborado pela parceria BCB/OCB.

A ideia é modernizar a governança, profissionalizar ainda mais a gestão, possibilitar novos negócios (como o empréstimo sindicalizado) e aprimorar as ferramentas de fiscalização e supervisão das cooperativas de crédito. O evento contou, ainda, com a presença de representantes do SNCC e do presidente da Frencoop, deputado Evair de Melo (ES).

CÂMARA DOS DEPUTADOS

Após a assinatura, o grupo seguiu para reunião com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (RJ), onde entregaram, formalmente, o projeto de revisão da LC 130/09.

NÚMEROS

As cooperativas de crédito são fundamentais para a inclusão financeira e democratização do crédito. Juntas, elas reúnem 11,5 milhões de cooperados em todas as regiões. Ao todo, são 916 cooperativas de crédito e sua rede de atendimento possui 6,4 mil pontos de atendimento. É a maior rede de serviços financeiros do Brasil. Vale destacar que em 594 cidades, as cooperativas de crédito são as únicas instituições financeiras fisicamente presentes.

FALA DO PRESIDENTE DO BANCO CENTRAL

Clique aqui e acesse o discurso do Presidente do Banco Central do Brasil, Roberto Campos Neto, destacando a importância das cooperativas.

2 Comentários

  1. A profissionalização e a Estrutura de Governança deve ser difundida em ampla escala para que possamos cada vez mais fortalecer o sistema do cooperativismo financeiro

  2. O cooperativismo dando mais um passo rumo a modernização. O apoio do Banco Central é fundamental e vem contribuir com o crescimento sustentável. É saudável assistir esses avanços. E que possam continuar e demonstrar para a sociedade o valor do cooperativismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*